Novas regras para os Planos de Saúde passam a valer no começo do ano

24 Horas News - Letícia Kathucia - 05/11/2015

A lista de procedimentos mínimos que deverão ser cobertos pelos planos de saúde passará por mudanças a partir de janeiro de 2016. A medida visa a atualização dos procedimentos fornecidos aos pacientes e foi determina pela Agência Nacional de Saúde (ANS), que deverá beneficiar mais de 70 milhões de usuários de planos de assistência médica e odontológicas.

Conforme a ANS, a atualização é o resultado de revisão periódica do Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde. Entre as medidas inclusas na atualização estão exames laboratoriais e de mais um medicamento oral para tratamento de câncer, também foi ampliado o número de consultas em especialidades médicas, como fonoaudiologia, nutrição, fisioterapia e psicoterapia.

Foram citados também procedimentos como o implante de Monitor de Eventos/Looper (utilizado pra diagnosticar perda da consciência por causas indeterminadas); implante de cardiodesfibrilador multissítio (que ajuda a prevenir morte súbita); implante de prótese auditiva ancorada no osso; e a inclusão do Enzalutamida, medicamento oral para tratamento do câncer de próstata, entre outros.

Também foram ampliados a disponibilidade de alguns procedimentos já ofertados, como o aumento do número de sessões com fonoaudiólogo, de 24 para 48 ao ano para pacientes com gagueira e idade superior a sete anos e transtornos da fala e da linguagem; de 48 para 96, para quadros de transtornos globais do desenvolvimento e autismo; de seis para 12, consultas em nutrição para gestantes e mulheres em amamentação; de 12 para 18, sessões de psicoterapia, entre outros.