Planos odontológicos seguem entre os benefícios preferidos pelos colaboradores

Saúde Business - Silmar Batista - 21/08/2015

Quando o assunto é benefício, o trabalhador brasileiro tem suas preferências. Segundo uma pesquisa recente promovida pela Catho, a assistência médica e a participação nos lucros da empresa são os mais citados. Porém, o que chama mesmo a atenção é a classificação da assistência odontológica na lista dos mais desejados.

Apesar de contar 40% da preferência e estar em 7º lugar no ranking geral, a participação dos planos odontológicos nas cestas das empresas é bem maior. “Alguns benefícios não são comuns em boa parte das empresas, enquanto outros são obrigações legais impostas ao empregador. Dessa forma, nós estaríamos entre os quatro mais citados”, afirma Claudio Aboud, diretor de Finanças e Administração do INPAO Dental, uma das maiores operadoras de odontologia do país.

O executivo se refere ao fato de que a participação nos lucros (2º lugar) e a bonificação por desempenho (5º) serem realidades distantes da grande maioria das empresas. Por outro lado, o vale-transporte é uma obrigação prevista em lei. Além disso, outros benefícios citados, como a assistência médica (1º) e os vales alimentação (3º) e refeição (4º) já são benefícios consolidados nas companhias.

Dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) também confirmam o crescimento dessa preferência. Entre 2003 e 2013, o número de beneficiários de planos odontológicos passou de 4,3 milhões para 20 milhões (370%), enquanto os planos de saúde aumentaram a carteira de beneficiários de 32 milhões para 50 milhões (55%).

O tema ganha relevância nessa semana em que acontece o Conarh – Congresso de Gestão de Pessoas. Promovido pela ABRH-Brasil, o evento que tem como tema “A Arte da Gestão de Pessoas – desafios, incertezas e complexidade”. “Muitas empresas utilizam os benefícios como forma de reter e atrair talentos. Se existem questões a serem avaliadas nesse sentido, certamente os benefícios têm espaço garantido e relevância nessa discussão”, finaliza Aboud.

Na lista dos dez benefícios mais citados pelos colaboradores estão a assistência médica; participação nos lucros; vale-alimentação; vale-refeição bonificação por desempenho, vale-transporte, assistência odontológica, auxílio educação, seguro de vida e previdência privada.