Reajustes para planos coletivos com menos de 30 vidas

Monitor Mercantil - 18/06/2014

Sobre reajustes para planos coletivos com menos de 30 vidas a Agência Nacional de Saúde Suplementar esclarece que criou a Resolução Normativa nº 309/2012 que determina que as operadoras de planos de saúde agrupem estes contratos e calculem um reajuste único. A medida tem o objetivo de diluir o risco dos contratos dos planos coletivos com menos de 30 beneficiários, oferecendo maior equilíbrio no cálculo do reajuste.

Com a RN 309/2012, a ANS torna mais estável o reajuste desses contratos e aumenta a competitividade entre as operadoras. Oferece ainda maior poder de escolha aos beneficiários, além de reduzir a assimetria de informação, tornando o reajuste mais transparente e dando maior poder de decisão ao consumidor.